NOTÍCIAS

Governo repassa R$ 2,2 milhões para iniciar atividades da Casa do Menor

Postado em 23 de Março de 2018

O Governo do Estado de Minas Gerais fez o repasse dos R$ 2.207.167,37 ao Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania – IJUCI iniciar as atividades do Centro Socioeducativo (Casa do Menor) em Passos. O pagamento foi efetuado na noite de quinta-feira, 22 de março, via transferência bancária, e era a última ação do Governo do Estado necessária para que o local seja inaugurado. Agora, o Instituto possui 30 dias para estruturar o imóvel, contratar os agentes socioeducativos já treinados e efetivar o funcionamento.

 

O anúncio foi feito ao deputado estadual Cássio Soares pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Sérgio Barboza Menezes, que destacou a participação efetiva do parlamentar nessa concretização.

 

O deputado Cássio Soares foi o responsável pela mediação do assunto junto ao Governo de Minas. Segundo ele, depois de insistentes cobranças, conseguiu a sensibilização das autoridades responsáveis para a necessidade do investimento, já que será o primeiro Centro Socioeducativo do Sul de Minas Gerais.

 

Foram muitas etapas até a concretização: reforma do local (que era um imóvel do Estado já desativado), construção da rede lógica (informática), edital para escolha do Instituto que fará a cogestão, contrato com o IJUCI, seleção dos 102 profissionais para atuar no Centro, treinamento dos agentes socioeducativos e agora o pagamento, restando apenas as adequações para inauguração;

 

“Foi muito batalhado, mas o resultado valerá a pena. Com a inauguração da Casa do Menor e com o sistema de semiliberdade, teremos uma nova realidade no combate às ações de menores infratores em Passos e região. Mas, além disso, insisto na importância de se trabalhar na prevenção, que passa primordialmente em se investir na educação e assistência social. Só assim os nossos jovens poderão seguir caminhos distintos ao do crime, desafogando o problema da segurança pública”, garantiu Cássio Soares.

 

A Casa do Menor vai atender 40 jovens infratores, que irão dispor de uma ampla estrutura, composta por profissionais especializados. O Centro Socioeducativo localizado na Avenida Breno Soares Maia, bairro Belo Horizonte, será gerido em sistema de cogestão. Assim, os responsáveis por administrar o local serão o Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania – IJUCI, e o Governo do Estado, através da Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo do Estado de Minas Gerais – Suase/MG.

DEIXE SEU E-MAIL E RECEBA NOTÍCIAS