NOTÍCIAS

Cássio Soares se mostra preocupado com fim de programa de prevenção à criminalidade

Postado em 09 de Abril de 2020

O líder do Bloco Liberdade e Progresso, deputado estadual Cássio Soares, se mostrou preocupado após o anúncio do Governo de Minas Gerais que põe fim ao “Programa Fica Vivo!”, de prevenção à criminalidade. O assunto foi tratado na tarde desta terça-feira, 08 de abril, durante a Reunião Especial de Plenário, onde o parlamentar questionou, remotamente, a secretária do Estado de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, sobre a medida tomada. 


Segundo o deputado, o Governo do Estado anunciou a interrupção das atividades do programa Fica Vivo, que atua na prevenção da criminalidade, realizando trabalhos preventivos com adolescentes e jovens de 12 a 24 anos. Para ele, a decisão pode fazer com que a taxa de criminalidade suba e gere maior conturbação diante da pandemia enfrentada. 


Cássio Soares foi secretário do Estado de Desenvolvimento Social no ano de 2011 e sabe da importância de projetos de prevenção, especialmente para reduzir a inserção de crianças e jovens na criminalidade. Sendo assim, o deputado questionou a secretária Elizabeth Jucá: “Gostaria de saber qual a avaliação da secretária quanto à posição do governo do Estado de suspender as atividades dos programas de prevenção à criminalidade que existem em Minas Gerais, principalmente nesse momento de crise pandêmica, da diminuição da arrecadação de salário por parte dos autônomos e da possibilidade do aumento da criminalidade nesse momento tão dramático”, indagou o deputado.


Em resposta, a secretária diz ter ficado ciente, via internet, acerca do fechamento do “Programa Fica Vivo!” e ainda não havia averiguado com mais afinco, junto aos responsáveis, sobre a questão. “Eu não posso avaliar o impacto disso, pois eu não sei ao certo se é uma decisão parcial ou não. Nós vamos conversar sobre isso. Eu preciso entender melhor essa questão”, disse a secretária.

“Essa não é a melhor escolha, pois as consequências futuras serão desastrosas. Para evitar que se tornem adultos criminosos, é preciso um trabalho preventivo nas crianças e jovens que vivem em áreas de risco”, ressaltou Cássio.


Outros pontos foram abordados na reunião, como medidas que estão sendo tomadas pelo Governo do Estado, através da Secretaria do Estado de Desenvolvimento Social, para o amparo das famílias extremamente carentes e da população em situação de rua diante do Coronavírus. 

Além da secretária do Estado de Desenvolvimento Social, a reunião especial de Plenário recebeu, também, a reitora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Sandra Regina Goulart para discutir e encontrar soluções para as dimensões sociais da pandemia.



O Programa 



O Programa de Controle de Homicídios – Fica Vivo! teve início no ano de 2003 com o objetivo de  prevenir e reduzir a criminalidade cometida por jovens que residem em áreas de vulnerabilidade social. O Fica Vivo! é conduzido pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e possui dois eixos de atuação: Proteção Social e Intervenção Estratégica.

DEIXE SEU E-MAIL E RECEBA NOTÍCIAS